Veja o que se sabe sobre a prisão da funcionária suspeita de desviar R$ 1 milhão de confecção

  • 22/04/2024
(Foto: Reprodução)
Investigação apontou que a mulher 'maquiava' os desvios por meio da alteração dos destinatários das movimentações. Defesa alega que suspeita tem vício em jogo e está em processo de interdição. Juliana Lopes Campos é suspeita de desviar quase R$1 milhão de empresa em Pontalina, Goiás Divulgação/Polícia Civil A funcionária de uma confecção foi presa suspeita de desviar quase R$ 1 milhão da empresa em Pontalina, no sul do estado. Segundo a delegada Tereza Nabarro, Juliana Lopes Campos foi detida em Uberlândia, em Minas Gerais. Nesta reportagem, veja o que se sabe sobre o caso. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram Quem é a suspeita? Como acontecia o desvio? Dívidas Qual o valor desviado? Prisão O que diz a defesa da funcionária? Vício em jogos O que diz a empresa? Quebra de sigilo Veja reportagens do caso 1. Quem é a suspeita? A suspeita do crime é Juliana Lopes Campos, de 30 anos. Volte para o início da reportagem. 2. Como acontecia o desvio? Segundo a delegada Tereza Nabarro, da Polícia Civil, Juliana Lopes Campos 'maquiava' os desvios alterando os destinatários das movimentações. O crime aconteceu em Pontalina, no sul goiano. "A autora realizava transações fraudulentas alterando apenas o nome do destinatário, mas os valores eram destinados à sua própria conta. Esses valores eram transferidos para ela, sempre com uma transferência maior e uma devolução menor, para mascarar ainda mais seus movimentos fraudulentos", afirmou Nabarro. Volte para o início da reportagem. 3. Dívidas A gerência da empresa disse à polícia que confiava em Juliana, já que ela trabalhava no local há muitos anos. Também disse que começou a desconfiar da funcionária ao perceber que estava constantemente "sem dinheiro em caixa" e ao descobrir que Juliana tinha uma dívida de mais de R$ 300 mil. "A vítima relatou que sua funcionária Juliana trabalhava na empresa de confecção há vários anos no setor financeiro e, por isso, ela tinha total confiança desses empregadores. E começou a desconfiar após ter conhecimento de que ela possuía uma dívida de mais de R$ 300 mil na cidade", relatou a delegada. Volte para o início da reportagem. 4. Qual o valor desviado? Tereza Nabarro informou que devido às desconfianças, a dona da confecção decidiu conferir o balanço contábil, oportunidade em que descobriu que a suspeita estava retirando cerca de R$ 60 mil por mês e recebendo, ao todo, quase R$ 800 mil. Segundo a Polícia Civil, a equipe analisou o histórico das transações e concluiu que os desvios foram se tornando cada vez mais frequentes e progressivos, de forma que se chegou ao montante de R$ 991.031,79. Para conferir certa naturalidade para o balanço, Juliana também realizava operações de crédito, de modo que o valor total desviado, conforme apuração da própria empresa de confecção, atinge o valor de R$ 778.082,30. Volte para o início da reportagem. 5. Prisão Funcionária de confecção é presa suspeita de desviar quase R$ 1 milhão de empresa Juliana Lopes foi presa em Uberlândia, em Minas Gerais. Ao g1, a delegada informou que Juliana estava na casa de um parente quando foi presa na noite de 17 de abril deste ano. A mulher deve ser encaminhada para Goiás. À polícia, a suspeita alegou ser inimputável, segundo Tereza Nabarro. Volte para o início da reportagem. 6. O que diz a defesa da funcionária? À TV Anhanguera, a defesa de Juliana Lopes Campos informou que ela tem vício em jogo. A advogada Judy Almeida alegou que a própria família da suspeita avisou o que estava acontecendo à empresa e a mulher está em processo de interdição. “Somente um tempo depois, a família descobriu o que estava acontecendo e descobriu que a senhora Juliana estava com vício em jogo, que é um transtorno reconhecido pela classificação internacional de doenças, como jogo patológico”, explicou. Volte para o início da reportagem. 7. Vício em jogos Juliana Lopes pode ter usado parte do dinheiro para apostar em jogos online, segundo a delegada Tereza Nabarro. A investigação ainda não confirmou se todo o dinheiro foi usado para o mesmo fim e a polícia aguarda a quebra do sigilo bancário da suspeita, segundo a delegada. Volte para o início da reportagem. 8. O que diz a empresa? A funcionária foi a primeira colaboradora contratada na unidade, segundo o proprietário. À TV Anhanguera, Yuri Guimarães demonstrou choque ao falar sobre a suspeita do crime. “Foi nossa primeira funcionária na cidade quando a gente migrou a empresa pra cá, todo mundo na empresa ficou extremamente assustado, ninguém esperava isso”, contou. Volte para o início da reportagem. 9. Quebra de sigilo Tereza Nabarro disse que após as investigações, a polícia pediu à Justiça a quebra de sigilo financeiro, medidas constritivas patrimoniais em desfavor da investigada. "A equipe da Polícia Civil tentou localizá-la, inclusive diligenciando os endereços indicados. Também entrou em contato com os advogados que sabiam a sua localização, mas preferiram não apresentá-la naquele momento. Em razão disso, foram expedidos os mandados e a sua imagem como pessoa foragida, devido ao risco concreto de fuga e também de que ela continue a ocultação de patrimônio", finalizou a delegada. Volte para o início da reportagem. 10. Veja reportagens do caso Funcionária de confecção é procurada pela polícia por suspeita de desviar quase R$1 milhão de empresa Funcionária de confecção é presa suspeita de desviar quase R$ 1 milhão de empresa Dono de confecção diz que funcionária suspeita de desviar quase R$ 1 milhão foi a primeira colaboradora contratada: 'Extremamente assustado' Funcionária suspeita de desviar quase R$ 1 milhão de confecção pode ter usado dinheiro para apostar em jogos, diz delegada Volte para o início da reportagem. 📱 Veja outras notícias da região no g1 Goiás. 📱 Participe dos canais do g1 Goiás no WhatsApp e no Telegram. VÍDEOS: últimas notícias de Goiás

FONTE: https://g1.globo.com/go/goias/noticia/2024/04/22/veja-o-que-se-sabe-sobre-a-prisao-da-funcionaria-suspeita-de-desviar-r-1-milhao-de-confeccao.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos comunicadores estão offline, mas você pode registrar o seu pedido via mensagem!

Top 10

top1
1. Estrelinha

Di Paulo e Paulino e Marília Mendonça

top2
2. Franguinho na panela

Lourenço e Lourival

top3
3. Reencontro

Majestade e Rei Gaspar

top4
4. Voltar aqui pra quê

Mozart e Moacir

top5
5. Romaria

Walter José (Waltinho de Trindade) e Thalita di Martino

top6
6. Cuidado com o WhatsApp

Iron e Irineu

top7
7. Quatro cantos da casa

Theodoro e Sampaio

top8
8. Ave sem ninho

André e Andrade

top9
9. Prefácio

Joâo Carreiro e Capataz

top10
10. Caminheiro

Chrystian e Ralf


Anunciantes